Cronologia

Carnelosso

Pintor, escultor e medalhista.

Nasceu em Boa Esperança do Sul (São Paulo) a 5 de Dezembro de 1921 e faleceu em 22 de Setembro de 2009.

Assinatura

Entre 1936 e 1941 frequentou a Instituto Profissional Masculino do Brás (atual Escola Técnica Estadual Getúlio Vargas), mesma instituição na qual estudaram anteriormente Hugo Adami (1899-1999), Alfredo Volpi (1896-1988), Bonadei (1906-1974), Mário Zanini (1907-1971), Francisco Rebolo (1902-1980), Tomoo Handa (1906-1996), Yoshiya Takaoka (1909-1978); sendo contemporâneo na instituição de Luiz Sacilotto (1924-2003), Marcello Grassmann (1925) e Octávio Araújo (1926 ).

Nesse período inicia a realização dos cadernos de desenhos base para Pinturas e Esculturas. Tal escola, mesmo que tendo como principal prerrogativa o ensino de um ofício de maneira tradicional, tinha entre suas disciplinas o desenho, a pintura e a escultura. Assim, torna-se aluno do pintor José Barchitta e do escultor Laurindo Galante, tendo recebido forte influência de ambos. Posteriormente, junto a Mário Zanini, dedica-se à xilogravura e entra em contato com outros membros do Grupo Santa Helena e da Família Artística Paulista, dois dos mais importantes grupos de artistas paulistas das décadas de 1930 e 1940, congregando um número expressivo de artistas de origem estrangeira e provenientes em sua maioria das classes econômicas menos abastadas.

A partir da década de 1940, após ser indicado por Laurindo Galante para a empresa de medalhas F. Montini, passa a ter como principal atividade profissional a confecção de medalhas comemorativas e bustos de personalidades, atividades às quais se dedicará até os anos 1990 para as mais diferentes empresas especializadas. É também naquela década que começa a participar dos salões de belas artes, tendo enviado trabalhos com maior assiduidade a partir do decênio seguinte, quando passa a ser premiado em diferentes modalidades (medalha de ouro, medalhas de prata, medalhas de bronze e prêmios aquisição), nas categorias de pintura e de escultura. Sua participação em eventos coletivos é extensa, tendo apresentado obras no Salão Paulista de Belas Artes, Salão Baiano de Belas Artes, Salão Nacional de Belas Artes, Salão de Belas Artes de Santos e salões da Sociarte.

Por volta de 1947, conhece e passa a freqüentar o ateliê de Ângelo Simeone (1899-1972). Também viajaram juntos para a Europa em 1972, ao lado de Giancarlo Zorlini (1931), José Procópio de Moraes (1929) e Omar Pellegatta (1925-2000). Excursiona também diversas vezes para pintar com os amigos que conhecera no ateliê de Simeone, Arcangelo Ianelli (1922-2009) e Emídio Dias de Carvalho (1925) para diversas partes do Brasil.

É um dos membros fundadores do Grupo Tapir, ativo entre as décadas de 1960 e 1980, formado por Carnelosso, Giancarlo Zorlini, João Simeone (1907-1969), José Procópio de Moraes e Omar Pellegatta. O principal tema abordado pelo grupo era o da pintura de casarios. A aproximação e inspiração nas obras de alguns membros do Grupo Santa Helena é grande, destacando-se as pinturas de Zanini; de Ottone Zorlini (1891-1967) e de Ângelo Simeone, irmão de João e mestre de Carnelosso. Esses mestres, a partir dos anos 1960, orientavam e acompanhavam os pintores do Grupo Tapir em viagens pelos arredores de São Paulo, pelo interior e litoral do estado e pelas cidades históricas de Minas Gerais e do Rio de Janeiro. Assim, o Tapir permaneceu ativo até 1978.

A produção artística de Carnelosso é bastante variada: compreende retratos, figuras, naturezas-mortas, paisagens, iconografia urbana, marinhas, cenas de gênero, desenhos, gravuras, esculturas, medalhas, bustos e hermas. Em diferentes fases, ainda que as mesmas tenham características diferenciais, prevalece um espécie de modernismo em tom moderado, intermediário entre as experimentações mais radicais realizadas pelos membros da Semana de 1922 e pelos artistas abstratos a partir dos anos 1950 e a arte ainda acadêmica presente no ambiente artístico paulistano até pelo menos meados do século passado. Em 22 de setembro de 2009 falece na cidade de São Paulo.
Estudou pintura com os professores José Barchita e Ângelo Simeone, escultura com Laurindo Galante e xilogravura com Mário Zanini.

Participou de diversos Salões Oficiais e, a convite do I Salão Pan-Americano de Arte realizado em Porto Alegre. Participou como membro em Comissões Organizadoras e Júri de Seleção e Premiação de vários Salões Oficiais no País.
Com o grupo Tapir e do Grupo Chácara Flora realizou diversas exposições.
Possui quadros no Museu Nacional de Belas Artes, em diversas pinacotecas do País e em coleções particulares no Brasil e exterior. air max damen air max damen air max damen air max damen air max damen air max damen